A Bagagem da Vida

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei!” (Mateus 11: 28)

Você não é conhecido por carregar alguma bagagem? Possivelmente, você o fez esta manhã. Em algum lugar entre o primeiro passo ao sair da cama e o último passo ao sair pela porta, você agarrou alguma bagagem. Você caminhou até a esteira rolante e agarrou a carga. Não se lembra? É porque você fez sem pensar. Não se lembra de ter visto o terminal de bagagem? É porque a esteira não é aquela do aeroporto; é a da mente. E as malas que carregamos não são feitas de couro; são feitas de encargos.

A valise da culpa. Um saco cheio de desgosto. Você acomoda a grossa sacola de fadiga sobre um ombro, e pendura a bolsa de aflição no outro. Adiciona uma mochila de dúvidas, mas a mala postal noturna da solidão, e um baú de temores. Logo você estará arrastando mais trastes que um carregador. Não admira que você esteja tão cansado ao final do dia. Puxar bagagem é exaustivo.

Deus está dizendo a você: “Arrie a carga. Você está carregando pesos que não tem de suportar”. “Vinde a mim”, Ele convida. Se nós lhos permitirmos, Deus tornará mais leve o nosso fardo!

Viajar sem bagagem significa confiar a Deus as cargas para as quais você não foi destinado. Por que você não tenta viajar sem peso? Tente-o por amor daqueles a quem você ama. Você já considerou o impacto que o excesso de bagagem tem sobre um relacionamento? Por aqueles que você ama, aprenda a depor a carga. Como você pode partilhar graça, se está cheio de culpa? Como pode oferecer conforto, se está desalentado? Como levantar a carga de alguém, se os seus braços estão carregados com a sua própria?

Por aqueles a quem você ama, viaje sem bagagem. Pelo Deus a quem você serve, viaje sem bagagem. Por amor a você e para sua própria alegria, viaje sem bagagem!

Há certos pesos na vida que você simplesmente não pode carregar. O Senhor está lhe pedindo para largá-los e confiar nEle: “Lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós”. (I Pedro 5:7)

O que você acha de aceitarmos o oferecimento de Deus? Poderíamos simplesmente nos achar viajando um pouco mais leves!

Livro: Aliviando a Bagagem, páginas 04 a 09.
Autor: Max Lucado.



Publicado por:
Em:
20 de junho de 2007 às 16:30
Categorias:
Reflexões
Compartilhar
  • É…
    Não é facil mesmo carregar um fardo.
    Glórias a Deus, o Todo Poderoso, pois, Ele nos pede nossas bagagens. E ainda envia auxiliadores mais proximos fisicamente para isso.