O Pior do Homem, O Melhor de Deus

Na cruz a justiça e a paz se beijaram
Da luta mais intensa ressurgiu um Salvador
A maldade se provou ser tão fraca como o ódio
Pois a vida ressurgiu com a força do amor

A cruz é o centro da história
É um ponto de partida
Ela é vergonha, mas é glória
A cruz é morte, mas é vida

Na cruz o bem e o mal se encontraram
Ali Jesus pagou o preço dos pecados meus
Na cruz ficou exposto a todo universo
O pior do homem o melhor de Deus

Quem tu adoras nesta vida determina quem tu és
Os caminhos em que andas mostram quem é teu senhor
Toma tua cruz e alicerça tua fé
É da fraqueza e dependência que brota o amor

A cruz é o centro da história
É um ponto de partida
Ela é vergonha, mas é glória
A cruz é morte, mas é vida

Um dia muito em breve tudo vai se acabar
O tempo, a história, o engano e o mal
Um novo tempo em Cristo vai para sempre começar
E então seremos livres não mais cruz
Afinal!

Música: Valdecir Lima
Recomendada por: Pr. Jairo de Oliveira



Publicado por:
Em:
4 de outubro de 2009 às 23:45
Categorias:
Letras, Nacionais
Compartilhar