Olhar e Confiar

Ao olhar pra mim
Tudo que eu consigo ver é escuridão,
Tudo que parece ser é ilusão
Que aprisiona quem só vive para si…
Ao olhar pra mim
Sinto dores, tenho medo de não ser feliz:
São visíveis os efeitos do que eu tanto quis.
Já me feri demais, preciso olhar além:
Além de mim, além do fim,
Além de coisas que perdi;
Preciso encontrar sentido em minha cruz:
Preciso conhecer a história de outra cruz…

E quando olho para trás,
Sou levado a esquecer o que hoje choro
E a mudar as orações que hoje oro:
Eu consigo ver além da minha cruz.
Quando olho para trás,
Noutra cruz eu vejo Cristo abrindo os braços:
Ganho forças pra seguir em novos passos.
Eu começo a entender o que virá,
Através dos planos que Ele irá realizar,
Se eu apenas confiar.

Ao olhar atrás
Vejo mais que simplesmente uma condenação:
Vejo marcas, vejo morte que me traz perdão.
Tudo que vivo aqui ganha sentido, então.

E quando olho para trás,
Sou levado a esquecer o que hoje choro
E a mudar as orações que hoje oro:
Eu consigo ver além da minha cruz.
Quando olho para trás,
Noutra cruz eu vejo Cristo abrindo os braços:
Ganho forças pra seguir em novos passos.
Eu começo a entender o que virá,
Através dos planos que Ele irá realizar,
Se eu apenas confiar.



Música:
Cândido Gomes
Publicado por:
Em:
7 de novembro de 2009 às 05:50
Categorias:
Letras, Nacionais
Compartilhar